Identificação e Caracterização da Instituição


A Creche do Povo é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, sem fins lucrativos, de carácter associativo e destina-se a uma população entre os 4 meses e os 6 anos de idade. A gestão da Instituição é da responsabilidade da Direcção, eleita em Assembleia-Geral de sócios e cujos mandatos são bienais. A parte técnica cabe à Equipa Pedagógica, composta por 12 Educadoras de Infância e 1 Animadora Socio-cultural, exercendo uma educadora, o cargo de Coordenadora Pedagógica. A Creche do Povo rege-se pelos Estatutos e pelo Regulamento Interno, cuja última alteração foi aprovada em Assembleia Geral, em Maio de 2012.

A Creche do Povo é uma IPSS (Instituição Particular de Solidariedade Social) e os seus fundos provem de subsídios governamentais através do Instituto de Solidariedade e Segurança Social e do Ministério da Educação, das quotas dos associados e das mensalidades.

Para a admissão de crianças na Creche do Povo é necessário tornar-se sócio da Instituição, preencher a ficha de inscrição e aguardar a sua vez. A entrada nas salas é feita pela ordem de inscrição, dando prioridade aos filhos dos trabalhadores e irmãos de crianças que já frequentam a Creche do Povo.

A CRECHE DO POVO tem como OBJECTIVOS inerentes ao seu funcionamento:

  • Assegurar as condições que favoreçam o desenvolvimento harmonioso e global da criança;
  • Contribuir para corrigir os efeitos discriminatórios das condições sócio-culturais no acesso ao sistema escolar;
  • Estimular a sua realização como membro útil e necessário ao progresso espiritual, moral, cultural, social e económica da comunidade.

    Toda a aprendizagem é uma acto social. Faz-se em e para a sociedade. É nos contextos sociais em que vive e nas suas relações interpessoais, que a criança vai adquirindo referências que lhe permitem compreender o que está certo e errado, o que pode e não pode fazer, os seus direitos e deveres. Vai tomando consciência de valores que suscitarão atitudes de vida em comum, atitudes de tolerância.

    A nossa instituição preocupa-se em ser um ponto de reflexão crítica em torno de saberes, valores, contribuindo para a mudança, desempenhando o seu papel de ensinar sem esquecer os instrumentos básicos para o exercício da cidadania.